OnePlus Nord: 5 vantagens face à concorrência

756 0
OnePlus Nord
sapmogo-mobile-2.gif

O OnePlus Nord foi um dos smartphones mais falados nos últimos meses, tendo a OnePlus finalmente anunciado oficialmente este dispositivo na passada terça-feira. O hype foi enorme, com a própria marca a levar a cabo uma estratégia de promoção bastante interessante, com uma conta de Instagram dedicada e várias colaborações com youtubers.

Este acabou sem dúvida por se tornar num smartphone bastante antecipado, devendo-se tal à promessa da marca chinesa em trazer ao mercado um terminal acessível com grandes argumentos, bem ao estilo daquilo que a OnePlus fez aquando a sua chegada ao mercado mobile com o OnePlus One.

A receção ao OnePlus Nord foi bastante positiva e o dispositivo tem de facto bons argumentos, especialmente considerando o seu preço base de 419 euros em Portugal. Há, no entanto, alguns que ainda não estão convencidos do real valor do novo OnePlus e assim, passaremos a elencar 5 caracteristicas que colocam o Nord à frente da concorrência.

Ecrã AMOLED com Taxa de Atualização 90Hz

Em 2020 estas são duas características bastante comuns em smartphones topo de gama, sendo que alguns elevam já a taxa de atualização aos 120Hz e, ainda mais raramente, aos 144Hz.

Aliás, há alguns terminais na gama-média que oferecem este tipo de tecnologia, como é o caso do Realme X50 5G, smartphone gama-média com ecrã com taxa de atualização de 120Hz e que partilha muitas das suas componentes com o OnePlus Nord.

Todavia, nesta gama de preço verifica-se uma certa divisão, com algumas marcas a optarem por incluir um ecrã AMOLED nos seus terminais gama-média, como é o caso do Xiaomi Mi Note 10 Lite.

Por este motivo, o Nord é atualmente o único smartphone gama-média de 2020 a acolher os dois tipos de tecnologia, sendo que o seu ecrã de 6.44 polegadas e resolução Full HD+, beneficia da qualidade de imagem que uma tela AMOLED oferece, mas também da fluidez de utilização característica de um ecrã com taxa de atualização de 90Hz.

Software optimizado do OnePlus Nord

Uma das principais razões para muitos utilizadores Android optarem por esta marca é a optimização do software. Com o sistema operativo Android, várias marcas fazem chegar aos seus terminais as suas próprias interfaces, sendo algumas delas carregadas de funcionalidades que nem sempre são do agrado do utilizador.

A OnePlus mantém-se fiel à base do sistema operativo, com a sua interface OxygenOS a incutir apenas algumas pequenas utilidades aos smartphones, o que torna a experiência de utilização bastante próxima à forma pura do sistema Android.

Graças a isto, os dispositivos OnePlus são bastante acarinhados pelos fãs deste sistema operativo, sendo que a empresa promete que o OnePlus Nord vai a receber o mesmo tratamento que os restantes dispositivos. E para além disso, estão prometidos também pelo menos 2 anos de atualizações do sistema operativo, bem como 3 anos de atualizações de segurança, que apenas serão superadas pelo iPhone SE.

Câmara principal com Estabilização Ótica de Imagem

Outra característica bastante comum em dispositivos premium, esta é uma forma de manter o sensor fotográfico principal do dispositivo equilibrado durante a captação de imagem. A sua utilidade nota-se especialmente quando queremos captar fotos em cenários de pouca luminosidade ou na forma como a imagem fica menos tremida em vídeos que beneficiem desta tecnologia.

OnePlus Nord

Grande parte dos terminais gama-média não oferece esta característica, que se torna bastante útil para aqueles que recorrem bastante às câmaras do seu smartphone, sendo exceção o novo iPhone SE, que em Portugal começa nos 499 euros (80 euros mais caro que o Nord), sendo esta também uma vantagem do novo OnePlus, que garante este sistema na câmara principal do seu módulo de quatro câmaras traseiras.

Dupla câmara de selfies

Várias empresas tentaram já oferecer mais do que uma câmara frontal, com várias funcionalidades para estas. O recorte que agora é hábito nos terminais para alojar estes sensores é, no entanto, um problema, sendo que quanto mais câmaras se localizarem na face do dispositivo, maior será o recorte e espaço a roubar ao ecrã (veja-se o Huawei P40 Pro).

A OnePlus optou ainda assim pela utilidade de oferecer duas câmaras frontais, sendo a principal um sensor de 32MP capaz de gravar vídeo em 4K a 60FPS, uma característica pouco habitual em terminais gama-média.

E como se tal não fosse já uma boa vantagem face à concorrência, o Nord oferece um segundo sensor, uma grande-angular de 8MP, que será ideal para selfies de grupo em locais com pouco espaço.

O OnePlus Nord pode ser configurado com 12GB RAM

Nos últimos anos temos verificado que a memória dos dispositivos é um número com tendência a crescer dramaticamente. Os números são fáceis de adicionar, com marcas a chegarem já aos 16GB de RAM, ainda que qualquer dispositivo topo de gama seja bastante capaz com 4 ou 6GB de RAM.

Há, no entanto, vantagens consideráveis em ter muita memória no smartphone, com o multitasking à cabeça. Mais memória possibilita ao dispositivo manter mais tarefas a correr em simultâneo e beneficia a fluidez com que o smartphone pode ser utilizado.

Enquanto vários gama-média chegam com 6 ou 8GB de RAM, nos melhores casos, a OnePlus vem oferecer uma configuração de 12GB de RAM, algo ímpar nos atuais gama-média de 2020. Com esta memória, vem também um acréscimo sempre útil ao armazenamento, que se eleva aos 256GB de memória interna.

O preço também é outro número que se eleva nesta configuração, ascendendo aos 519 euros. Ainda assim, é um ponto positivo que a empresa disponibilize uma opção com mais memória, não se limitando a aumentar a capacidade de armazenamento.

Concorda com lista de vantagens do OnePlus Nord? Deixe nos comentários a sua opinião e fique a conhecer todos os pormenores deste smartphone no Life Patch.

Eduardo Silva

Eduardo Silva

Jurista muito interessado em tecnologia que gosta de escrever sobre a atualidade e partilhar a sua opinião. Comummente encontrado também em festivais de música na zona Norte de Portugal.

Deixe uma resposta