Novos iPad e MacBook poderão receber ecrãs mini-LED em 2021

638 0
iPad
sapmogo-mobile-2.gif

A transição para os ecrãs OLED nos vários modelos da Apple tem acelerado nos últimos anos, com as versões Pro dos novos iPhones a incorporarem este tipo de tecnologia, tal como nos Apple Watch. Tudo fazia prever que a Apple viesse a incorporar ecrãs OLED também nos novos modelos iPad, mas novos rumores vêm indicar o contrário.

De acordo com o analista Ming-Chi Kuo, a Apple estará a acelerar a sua aposta na tecnologia mini-LED para os próximos dispositivos iPad e MacBook. Esta decisão prende-se com o custo de produção de ecrãs mini-LED, que tem diminuído devido à crescente concorrência no setor e a uma nova parceria para o fornecimento dos mesmos.

A empresa Epistar estaria, de acordo com a fonte, na linha da frente para se tornar no fornecedor exclusivo da Apple deste tipo de telas, mas o rápido crescimento da Sanan Optoelectronics nos últimos meses foi decisivo para que a Apple chegasse um acordo com a segunda empresa, com inicio já no próximo ano.

Este será um passo importantíssimo para a Sanan Optoelectronics, dado o peso de uma parceria com a gigante tecnológica norte-americana, mas também para a própria Apple, que consegue assim o inicio no fornecimento antecipado para 2021 e um custo por ecrã de apenas 45 dólares (aproximadamente 38 euros), bem inferior aos estimados 75 a 85 dólares das primeiras propostas de parceria com a Epistar.

A tecnologia mini-LED vem suceder aos ecrãs IPS LCD, devendo chegar aos novos iPad e MacBook a partir de 2021.

A Sanan Optoelectronics passará assim a fornecer 20% a 30% dos painéis mini-LED colocados pela Apple no mercado em 2021, sendo que em 2022 essa percentagem estará situada entre os 45% e os 55%. De acordo com a fonte, a Epistar ficará a cargo das restantes encomendas, havendo ainda abertura da Apple para encontrar outro parceiro, com vista à redução dos custos.

Quanto à empresa liderada por Tim Cook, espera-se uma aposta forte nesta nova tecnologia, que vem suceder diretamente à tecnologia IPS LCD. Apesar de não atingir os níveis de qualidade das telas OLED, os ecrãs mini-LED conseguem superar os níveis de contraste das telas LCD, oferecendo ainda níveis de brilho e eficiência muito superiores.

De acordo com Ming-Chi Kuo, a Apple lançará pelo menos seis novos produtos com ecrã mini-LED até ao fim de 2021. O primeiro produto deverá ser um novo iPad Pro de 12.9 polegadas e conectividade 5G, que será ainda acompanhado por um iPad Mini de 7.9 polegadas e uma versão mais acessível de 10.9 polegadas.

A gigante norte-americana fará também esta tecnologia chegar aos novos MacBooks, com a integração dos ecrãs mini-LED a começar nos novos MacBook 16″ e 14.1″, passando depois a incluir esta tecnologia no próximo iMac Pro de 27 polegadas.

A fonte relembra ainda que devido às complicações impostas pela atual situação de pandemia mundial, a Apple poderá encontrar complicações relativamente à produção, que podem resultar em alguns atrasos. Assim, não será de admirar que tenhamos de esperar um pouco mais pelo upgrade para esta nova tecnologia nos produtos Apple.

Siga toda a atualidade tecnológica no Life Patch através das redes sociais.


Fonte: Phone Arena; MacRumors (Ming-Chi Kuo).

Eduardo Silva

Eduardo Silva

Jurista, Advogado e Tech Blogger, com gosto infinito por tecnologia e automobilismo. Comummente encontrado também em festivais de música na zona Norte de Portugal.

Deixe uma resposta