Kirin 9000 arrasa Snapdragon 865 no Geekbench

426 0
Kirin 9000
sapmogo-mobile-2.gif

O Huawei Mate 40 será apresentado já no próximo dia 22 de outubro e vai estrear o novo processador da HiSilicon, o Kirin 9000. Este processador, apesar da sua produção limitada, equipará os modelos topo de gama da série Mate 40 e promete ombrear com a concorrência.

Os resultados dos testes de desempenho de uma alegada unidade do Mate 40 no Geekbench 5 foram partilhados revelando que não só este novo processador se equipara aos Snapdragon 865 e 865+ da Qualcomm, como os ultrapassa por uma considerável margem.

Começando pelos testes single-core, o Kirin 9000 obteve 1020 pontos, superando os processadores da Qualcomm que registam resultados pouco acima dos 900 pontos. Por outro lado, nos testes multi-core, a diferença é ainda maior, ao verificarmos que o Kirin 9000 chegou aos 3710 pontos, comparando com os 3100 a 3300 pontos que os Snapdragon 865 e 865+ costumam registar.

Kirin 9000

Estes são sem dúvida resultados empolgantes para a Huawei, mas que poderão ser enganadores. O desempenho do CPU nunca foi problema para os System-on-Chip da gigante tecnológica chinesa, mas sim os resultados obtidos pela GPU integrada, cujo desenvolvimento passa pela ARM. Neste departamento, tanto a Huawei, com os processadores Kirin, como a Samsung, com os processadores Exynos, têm revelado dificuldades em acompanhar a Qualcomm, que se encontra um nível acima da sua concorrência devido ao poderio gráfico da linha Adreno.

Ficamos assim curiosos para conhecer em detalhe as capacidades do novo Kirin 9000, que apesar de toda a controvérsia em torno da sua produção graças à interrupção das relações comerciais entre a Huawei e a TSMC, poderá ser um dos mais interessantes processadores do ano.

Siga toda a atualidade tecnológica no Life Patch através das redes sociais.


Fonte: GSM Arena; Geekbench.

Eduardo Silva

Eduardo Silva

Jurista, Advogado e Tech Blogger, com gosto infinito por tecnologia e automobilismo. Comummente encontrado também em festivais de música na zona Norte de Portugal.

Deixe uma resposta